Cuidados com os peixes no inverno

Escolher a espécie ideal e pequenos cuidados são essenciais

Genesis

No verão, os peixes se tornam muito ativos e demandam alimentação constante. Porém, no período que se inicia, as temperaturas tendem a cair e os dias ficam menores. Os peixes também sentem a mudança nas temperaturas, por isso, pode-se encontrar mais dificuldades para mantê-los saudáveis.

Porém, a escolha correta do animal e o cuidado com o ambiente onde vivem pode fazer toda a diferença na saúde do animal. O veterinário Ricardo Caporossi Junior, especialista em vida aquática e fundador da Genesis Ecossistemas, esclarece cinco dúvidas de como se preparar e escolher a espécie ideal para os lugares mais frios.

Cuidados durante o inverno – O peixe é um animal pecilotérmico, que regula a temperatura corporal com a do ambiente. No inverno, com a queda da temperatura, o metabolismo dos peixes também cai, tornando-os menos ativos. Portanto, no período frio eles comem menos, nadam menos e respiram de forma mais cadenciada.

Adaptação às temperaturas mais frias – Os peixes se adaptam a diversas temperaturas, porém muitos animais não se adaptam ao clima mais frio. O Lepisosteus oculatus, popular Boca de Jacaré é um exemplo, o Aruanã, entre outros. Mas uma dica boa para evitar desconforto para o animal é a instalação de um termostato no filtro.

Escolher um peixe – Se a pessoa mora em um lugar em que o frio é muito forte, mesmo que apenas durante o inverno, o peixe ideal que deve ser escolhido é sempre aquele que é resistente às baixas temperaturas, como por exemplo, Carpas e Trutas.

Regiões onde a temperatura é alta e se mantém mais constante o ano todo, o ideal é selecionar peixes tropicais. Assim, eles não se sentem incomodados nem estressados com as altas temperaturas, pois estão acostumados.

Criar um ambiente já preparado para os animais – Ao construirmos um lago em locais muito frios, já projetamos um sistema de aquecimento para a água. Este recurso utilizamos para o Arowana, que é o peixe amazônico símbolo da nossa empresa. Nesse sentido, existem vários tipos de aquecedores e termostatos para lagos com peixes tropicais.

Outro recurso normalmente utilizado é a construção de lagos em áreas mais profundas, para gerar conforto térmico aos peixes. As pedras também ajudam a aquecer, pois as mesmas captam calor através do sol, principalmente nas margens.

Peixes ideais para se ter em casa: em lagos e em aquários – Com suas histórias com os homens, as lendas que existem por trás delas, a longevidade que alcançam, a fácil adaptação, as características únicas de coloração e a grande resistência a vida em cativeiro, as Carpas se tornam ideais para vida em lagos e aquários. Elas são capazes de suportar as mudanças extremas de temperatura e se adequam à vida de uma cidade grande. Essas características tornam as carpas Nishikigoi imbatíveis. Em paralelo podemos citar também alguns peixes como os Kinguios, Pangassius, Lambaris, Coridioras, e outros tantos que se caracterizam pelo comportamento pouco agressivo e territorialista.

Serviço:
Genesis Ecossistemas
(19) 3802-1350 / 3802-3137
http://www.genesisecossistemas.com